Eterno em nossos corações

HogwartsNo início de novembro de 2001, adentrei em um mundo fantástico, tendo a oportunidade de vivenciar minhas primeiras experiências nesta aventura. Confesso que ao princípio não esperava gostar tanto desta fantasia, mas a cada página eu queria lutar ao lado de meus novos amigos. Foi uma aventura atrás de outra, até finalmente chegar dia 23 de novembro, o grande dia. Não esperei tanto como outras pessoas, mas estava ansiosa para conhecer cada um de meus personagens prediletos. A primeira conversa dos meus colegas e amigos Rony e Harry, a entrada da nerd da Hermione. O sábio mago Dumbledore e seus ensinamentos, os professores que me conquistaram com seus conhecimentos, a Minerva e Flitwick e nosso eterno cuidador de Hogwarts, o Hagrid, alguém grande de tamanho e um coração maior ainda.

Trio Harry Potter

Aos poucos conhecia o mundo que tanto sonhava. Cada fala e gesto dos atores me puxavam mais para esta criação de J.K. Rowling. Milhares de fãs observavam cada detalhe do longa-metragem, às vezes coincidindo um pouco com a imaginação deles e outras totalmente diferentes do que os leitores pensavam.

SnapeDe repente, ele apareceu, aquele professor temido por muitos, mas amado pela casa da Sonserina. Snape estava na telona, sendo interpretado pelo Alan Rickman. Se tivéssemos buscado alguém para este papel, não teríamos escolhido alguém melhor que ele. Sabe aqueles personagens que se tornam parte do ator. Como Wolverine faz parte de Hugh Jackman, Homem de Ferro do Robert Downey Jr, entre outros. A partir daquele momento, ele seria o nosso eterno Snape. Uma pessoa contraditória em suas atitudes, amado em alguns momentos, odiado em outros. A verdade é que a partir daquele dia, toda vez que lêssemos ou relêssemos os livros, Rickman faria parte desta realidade. E nos ensinaria o poder do verdadeiro amor. Não existia Snape sem sua grande atuação. Ao menos, era o que os fãs pensavam.

Snape e Lilian

Porém, tudo isto mudou de uma hora para outra, com a triste notícia que Alan Rickman havia falecido nesta quinta-feira, pela manhã, de câncer. O nosso bruxo, professor e amigo já não estava mais entre nós. Agora toda vez que fosse assistir ao último filme de Harry Potter, aquele momento que nos emocionamos com sua morte, teria mais um motivo para chorarmos. O Snape não só estava morto no mundo dos bruxos, como havia chegado o seu fim no mundo dos trouxas. Entretanto, ele ficaria eterno em nossas lembranças e seria revivido toda vez que relêssemos os livros ou assistíssemos novamente aos filmes. Hoje, todo fã de Harry Potter ilumina os céus com as varinhas em homenagem a ele e todo cinéfilo sente sua perda pelos grandes personagens que ele deu vida.

Varinhas

Daniel Radcliffe, que interpretou Harry Potter, foi um dos inúmeros artistas a homenagearem este grande ator. Ele elogia o lado profissional e afirma ter aprendido muito ao lado dele, ainda mais em um momento tão importante que Daniel estava, o início de sua carreira. “Eu tenho certeza que ele acompanhou toda a minha carreira nos palcos de Londres e Nova York, sem precisar fazer isso (…) O cinema e o teatro ficaram mais pobres com a perda desse grande ator e homem”. Não há como contrariar esta afirmação.

Die hardEu assisti muitos filmes em que Rickman participou, inclusive outra série que gosto muito “Duro de Matar” (1988), ele interpretou o vilão Hans Gruber, no início da franquia de ação que conquistou o mundo. Além de fazer parte do elenco de “Sweeney Todd” (2007) e “Robin Hood: O príncipe dos Ladrões” (1991). É, parece que 18 anos depois, quem interpretou o papel de “príncipe” foi ele, ao interpretar Snape em “Harry Potter e o Enigma do príncipe”.

Não importa quanto tempo passe, ele continuará fazendo parte desta história. Daqui alguns anos mais, eu continuarei amando este mundo extraordinário, este ator e personagem. As pessoas me perguntarão: Depois de todo este tempo? e minha resposta será a mesma que Snape: Sempre. Ele estará eterno em nossos corações e em nossas memórias.

Morte Snape

Aproveitem para relembrar as cenas de Snape em ordem cronológica, feita por um fã:

Anaisa Lejambre

Jornalista – Reg. Profissional: 8112/PR

Anúncios

Uma resposta

  1. Belo texto. Grande artista e grande perda. Assisti outros filmes com ele. Vai deixar saudades.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: